CPTM registra 3 quedas em vãos por dia em suas linhas

Levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo, através da Lei de Informação, mostra que, de janeiro a setembro deste ano, a CPTM já havia registrado 542 quedas em vãos entre a plataforma e o trem em suas estações.

Este número equivale, em média, a 3 quedas por dia.

A linha 11 – coral é a que apresenta o maior número de quedas com 193 casos, seguido da linha 9 – esmeralda, com 118.

Por mas que seja alto o número de quedas, ele é 38% menor do que o comparado com 2017.

A CPTM, tentando minimizar o problema, já instalou borrachões em três plataformas da estação Brás e em uma da Luz.

De acordo com a estatal, em 2019, as estações Palmeiras – Barra Funda, Santo Amaro, Santo André, Tatuapé, São Miguel Paulista e Osasco devem receber o equipamento.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.