Metrô SP

Alckmin pede autorização do BID para sobra de empréstimo para portas de plataforma

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, está em Washington, nos Estados Unidos, para reuniões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Um dos tópicos que foram discutidos é uma autorização para usar um empréstimo de US$ 111 milhões para equipar plataformas de metrô com portas automáticas.

O dinheiro é sobra de outro empréstimo, no valor de de R$ 360 milhões, era para a companhia manter e operar a Linha 5-Lilás. O ramal está sendo passado a iniciativa privada então o governador quer usar este recurso para implementar as portas em 37 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha do Metrô.

A proposta do governo de São Paulo faz parte de projeto de lei publicado em fevereiro no Diário Oficial, que a gestão de Geraldo Alckmin encaminhou à Assembleia Legislativa (Alesp).

“Face ao saldo existente de US$ 111 milhões do contrato de financiamento da Linha – 5 Lilás do Metrô, Trecho Treze – Chácara Klabin, assinado com Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID em setembro/2010 no valor de US$ 480,958 milhões, faz-se necessário a alteração da referida Lei para permitir que o Metrô possa utilizar o saldo existente do contrato da Linha 5 na Implantação de Portas de Plataforma nas Linhas Metroviárias”, diz a publicação no Diário Oficial.

Fonte: G1

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios