VLT

Deputado diz que PPP é melhor opção para VLT de Cuiabá

O deputado estadual Gilmar Fabris afirmou nesta quarta, 19, que a melhor opção para o imbróglio da construção do VLT de Cuiabá seria uma PPP (Parceria Público Privada). Fabris citou os exemplos dos VLTs do Rio de Janeiro e da Baixada Santista. Ambas serão operadas pela iniciativa privada.

“Queremos levar ao conhecimento dos nobres pares, do governo e da sociedade experiências que estão sendo feitas no país em relação à construção do VLT, por meio de parcerias público privada”, explicou Fabris segundo sua assessoria.

“Essas duas parcerias (Rio de Janeiro e Santos) demonstram que existe a viabilidade de se terminar a construção de nosso VLT por meio de PPPs. Pretendemos com essas informações colaborar para que esta obra seja concluída diante da sua relevância para a população”. – completou.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios