Imagem de Gabriel Ramos
Metrô SP

Usuários protestam contra vagão feminino fixando adesivos

Seguindo a linha de protesto por meio de adesivos fixados nas composições do Metrô de São Paulo, um grupo não identificado colou um aviso contra a medida de adotar carros (vagões) exclusivos:

Imagem de Gabriel Ramos
Imagem de Gabriel Ramos

Semanas atras foi aprovada na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), uma lei que obriga o Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) a criar um vagão de uso exclusivo para mulheres. Para valer a lei, a medida ainda precisa ser sancionada pelo governador Geraldo Alckmin. Se for sancionada, a lei deverá ser obedecida pelas empresas em um prazo de 90 dias a contar da data da publicação.

Leia também: Vagão Exclusivo para Mulheres: Tapando o sol com a peneira

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios