Metrô SP

A nova programação visual do Metrô de SP

Recentemente escrevi aqui no Via Trolebus sobre a nova programação visual da Companhia do Metropolitano, nosso Metrô. Basicamente, as famosas placas pintadas com a cor da linha divididas com uma linha branca, devem deixar as estações dando espaço a outro modelo, que remete a cor institucional da empresa, e com uma pequena faixa indicativa da cor do ramal.

O Metrô testou anos atrás uma outra comunicação com a predominância da cor branca em parte das estações da Linha 1 – Azul e também com o fim dos totens. No entanto, a nova programação não agradou. Na época em que estava sendo trocada as placas, o então presidente da companhia, Sergio Avelleda, mandou suspender os trabalhos, e pediu revisão.

Na nova programação, o famoso totem está presente, e as placas devem ser muito parecidas com as novas da CPTM.

A primeira estação a receber a nova roupagem é a Oratório, que ainda não foi inaugurada:

p942
Imagem gentilmente cedida por Fernando Giolo
Imagem gentilmente cedida por Fernando Giolo
Imagem gentilmente cedida por Fernando Giolo

Fim das cores

De acordo com funcionários da empresa, em um futuro não muito distante, o Metrô deve abandonar a denominação por cor, como existe hoje, como por exemplo, linha 2-Verde, 9-Esmeralda e 17-Ouro. A medida em que a rede cresce (pelo menos no papel) fica inviável separar o ramal, uma vez que a diferenciação pode ser feita pelo número.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios