CPTM Metrô SP Mobilidade Urbana SPTrans

São Paulo e sua estrutura duvidosa para grandes eventos

O assunto “copa do mundo” toma conta dos noticiários televisivos. Só que muita gente questiona como será a logística de levar e trazer as pessoas que vão assistir ao jogos ou abertura do mundial em uma cidade que tem graves problemas de locomoção. Grande parte da culpa na absoluta priorização do transporte individual.

Mas enquanto não chega 2014, que já está ai, vemos o prenuncio de um possível caos que pode se instalar na cidade de São Paulo.

Ontem, ao me dirigir ao estadio do Morumbi para ver um show de uma cantora, e na saída do evento, toda esta falta de estrutura ficou mais evidente:

Falta de Transportes sobre trilhos

Projetos e promessas não faltam. Até existe algumas previsões concretas de grandes centros serem atendidos por trilhos. No entanto hoje ainda não temos esta estrutura. Era claro o aviso sonoro na estação mais próxima do estádio, a Butantã (5 km de distancia) que o Metrô só funcionaria até a meia noite. O evento terminou a uma da manhã. O aviso foi vilculado até no vídeo de segurança do próprio show, que já alertava sobre o fechamento da estação em seu horário habitual.

Já a CPTM destacou que colocaria mais trens a disposição caso seria necessário. A Estação mais próxima de trem do local é a Berrine com 7 Km de distancia, e também com funciomento até a meia noite.

Ônibus

Alguns poucos ônibus foram disponibilizados, com destino até o Centro da capital. Depois disto, o famoso “se vira” para achar a outra linha para completar o percurso caso não more no centro, em uma ambiente não muito seguro. Claro que existem linhas noturnas na cidade, mas muitas delas com intervalos de até 1 hora.

Taxi

Se não da para voltar de transporte público, que tal um taxi? Inúmeras reportagens mostraram que taxistas chegavam a cobrar 200 reais para transportar as pessoas, com o taximetro, claro, desligado.

Enfim, melhor recorrer ao transporte individual e se preparar para pagar um preço bem salgado de estacionamento. Acreditem: Vi estabelecimentos cobrando R$ 150,00 para guardar o carro.

De volta ao início do texto: temos estrutura para receber grande eventos?

Por Renato Lobo

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios