Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
CPTM

Qual a linha pior avaliada da CPTM?

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM divulgou sua pesquisa de avaliação de 2021, sendo que o índice da boa avaliação da empresa chegou a 85%.

As linhas melhores avaliadas são a Linha 8-Diamante, que no ano passado ainda era operada pela estatal, além da 13-Jade, sendo ambas com 87,8%.

A pior avaliada é a Linha 12-Safira, com apenas 65,6%. A avaliação negativa também é a pior, com 25,7%, distante da segunda colocada, a 7-Rubi com avaliação negativa de 16,9%.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Por que a Linha 12?

De todas as linhas do sistema de trens metropolitanos, o atendimento que liga o Brás até Calmon Viana conta com a maior quantidade de trens mais antigos da empresa. A composição mais velha da CPTM é a série 2100, mas apenas uma unidade presta serviços no serviço Expresso Linha 10, fabricados nos anos 70.

Há também os trens da série 5400 que rodam na extensão da Linha 8-Diamante, mas com seis unidades que foram fabricados no final da década de 70. Por outro lado, a Linha 12 conta com 15 trens da série 2000, fabricados nos anos 2000.

A principal reclamação em todas as linhas é a lotação dos trens, e este índice aparece maior na Linha 12, com 80,8%. Sobre intervalos, a Linha 12 possui tempo menor de espera que outras linhas, como por exemplo o serviço 710 e 13-Jade.

A linha ainda conta com estações antigas, como Manuel Feio e Acararé. O atendimento está no topo também na reclamação “ser sujo e mal conservado”, com 10% das queixas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios