Ônibus

Buser completa 4 anos e pode chegar a mil cidades até o fim do ano

A plataforma de mobilidade Buser é líder na intermediação de viagens rodoviárias, e tem planos de expandir suas operações em comemoração dos 4 anos da startup. Devido a pandemia, agora a missão recuperar o atraso e retomar o turismo com controle gradual seguindo as medidas de segurança.

A Buser está chegando na marca de 4 milhões de passageiros cadastrados em cerca de 450 cidades, e agora o objetivo para 2022 será alcançar todos os estados brasileiros com 10 mil novos trechos e conectar  1.000 cidades. 400 serão no modelo de fretamento e 800 no modelo marketplace.

A expectativa da startup é crescer 10 vezes até o fim de 2022, já que a Buser levantou R$700 milhões e nos próximos 2 anos, irá investir R$1 bilhão de reais, que terá como principal utilidade a expansão. A expectativa é crescer 10 vezes mais até dezembro de 2022.

“Apesar de todo o cuidado com a retomada do turismo, pois sabemos que tudo depende da vacinação em massa, estamos animados com o que vem por aí. Junho foi o quarto melhor mês da história da Buser, inclusive com um fluxo de caixa positivo. Estamos nos preparando para que a operação atenda a maior parte dos desejos dos brasileiros e as pessoas consigam viajar”, afirma Marcelo Abritta, fundador e CEO da Buser.

O processo para escolher as cidades prioritárias para expansão, foi feito em duas partes. A primeira, método que a Buser já usa que é a demanda reprimida por região e estudos de viabilidade. Já a segunda fase, a empresa usou das redes sociais para ajudar nesse processo. Foi então criado a “Batalha de Rotas”, e pediu para seus seguidores escolherem entre uma das listas de destinos pré-selecionados.

Foram escolhidas as seguintes rotas, que já estão em operação

  • Sorocaba – São Paulo
  • Joinville – Florianópolis
  •  Blumenau – Florianópolis
  • Itajaí – Florianópolis
  • Balneário Camboriú – Florianópolis
  • Blumenau – Joinville
  • Belo Horizonte – Ouro Preto
  • Rio das Ostras – Rio de Janeiro
  • Goiânia – Brasília

A Buser também está pensando em outras melhorias, como por exemplo instalação de pontos de embarque e desembarque, além também de promover procedimentos de segurança e educação para os usuários.

Sobre o autor do post

Carla Rodrigues

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios