VLT

Integração entre VLT e Metrô de Moscou aumenta velocidade de bondes em até 20%

Após o Departamento de Transporte de Moscou ter integrado o sistema de Veículos Leves Sobre Trilhos – VLT com o Centro de Controle de Operações Unificado do Metrô, conhecido pela sigla de OCC, a operação dos bondes tiveram ganhos.

A velocidade de algumas rotas aumentou entre 15% e 20% desde que a gestão da infraestrutura foi transferida para o metrô, de acordo com o vice-prefeito de Transporte Maxim Liksutov. A autoridade disse ainda que os profissionais do metrô estão agora trabalhando para garantir que a infraestrutura do bonde atenda aos requisitos mais rigorosos e que a necessidade de reparos seja reduzida. “Dentro de alguns anos, tentaremos evitar o fechamento de longo prazo das linhas de bonde durante grandes reparos e substituição de trilhos”, afirmou.

O metrô de Moscou lançou o Centro de Controle de Operações Unificado (OCC) em 2019. Os desenvolvedores do OCC levaram em consideração a experiência de mais de 30 cidades, incluindo Hong Kong, Cingapura e Tóquio.

O centro de gestão será um dos maiores do mundo, garante segurança e confiabilidade com o auxílio de inteligência artificial e outras ferramentas digitais. Agora, 700 pessoas trabalham no Centro em quatro turnos. Nos últimos anos, o OCC reduziu a resposta de emergência em 2,5 vezes no Metrô.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios