Foto: Samuel Rocha
SPTrans

Frota de ônibus em São Paulo tem poluído menos com veículos mais novos

Levantamento Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) aponta que cresceu o número de ônibus na cidade de São Paulo que poluem menos o meio ambiente, de acordo com o Monitor de Ônibus SP, ferramenta online onde é possível acompanhar indicadores do transporte público por ônibus paulistano. A quantidade de veículos elétricos segue em quantidade pequena.

A Lei Municipal 14.933 de 2009 prevê a renovação dos ônibus públicos por veículos com tecnologias menos emissoras, com o objetivo de diminuição das emissões de poluentes e de gases de efeito estufa (GEE) na maior capital brasileira.

De acordo com o estudo, apesar de a frota total em circulação ser menor do que o patamar pré-pandemia, os veículos utilizados estão sendo renovados tecnologicamente. “Mesmo mais lentamente do que em condições normais, observamos que a frota continua se renovando tecnologicamente”, diz Felipe Barcellos e Silva, pesquisador do IEMA.

Com o baixo nível de circulação dos ônibus, os indicadores mostram que fica facilitado o cumprimento das metas durante tal período atípico.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Somando janeiro, fevereiro e março de 2021, as quantidades acumuladas de dióxido de carbono (CO2), gás de efeito estufa, e dos poluentes óxidos de nitrogênio (NOx) e material particulado (MP) emitidas na combustão foram, respectivamente, de 14%, 17% e 11% do total esperado para o ano inteiro. A referência é uma trajetória de emissões que leve, linearmente, ao cumprimento da Lei Municipal de Mudanças Climáticas (Lei 14.933 de 2009).

Em março de 2021, considerando os coletivos circulantes ou em reserva técnica, a frota total paulistana foi composta por 13.938 coletivos, sendo 84% de ônibus diesel P7 (fabricados a partir de 2012, têm sistemas mais eficazes de controle de emissões), 14% de ônibus diesel P5 (mais poluentes, fabricados antes de 2012) e 2% de Elétricos (trólebus ou a bateria, que não emitem por combustão). Em comparação, em julho do ano passado havia, respectivamente, 78%, 20% e 2% desses veículos, que totalizavam 14.016 ônibus.

Os dados da renovação da frota são estimativas do Monitor de Ônibus SP de acordo com ano de fabricação de cada veículo, por isso, podem diferir do cadastro oficial. De acordo com a SPTrans, estão registrados 12.613 veículos P7 (90% da frota total); 1.107 (8%) de P5; e 201 trólebus e 17 a bateria (aproximadamente, 2% de frota não emissora).

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios