SPTrans

Covas prevê até 2024 implantar BRT Radial leste e 90 km de vias para ônibus

A Prefeitura de São Paulo divulgou nos últimos dias seu programa de metas entre os anos de 2021 e 2024. O documento revela metas de certa forma ousadas na comparação com os quatro primeiros anos da gestão João Doria/Bruno Covas.

Pavimentação e recuperação de viário

O plano prevê a recuperação de 20.000.000 de metros quadrados de vias públicas utilizando recapeamento, micro pavimentação e manutenção de pavimento rígido, pavimentar 480.000 metros quadrados de vias sem asfalto, e ainda realizar 160 obras de recuperação ou reforço em pontes, viadutos ou túneis.

Segurança viária

De acordo com o documento, Covas quer reduzir o índice de mortes no trânsito para 4,5 por 100 mil habitantes. Em dezembro de 2020, o valor do índice era de 6 por 100 mil habitantes;

Ciclovias

Implantar 300 quilômetros de estruturas cicloviárias.

Ônibus

A meta da atual gestão prevê a implantação do BRT (Bus Rapid Transit) da Zona Leste, e elenca as fases do projeto:

1 – Elaborar projetos executivos e demais estudos.
2 – Desapropriar terrenos particulares.
3 – Executar as obras.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

O plano de metas ainda prevê implantar 40 quilômetros de novos corredores de ônibus, e quatro novos terminais sendo:

1 – Terminal Jardim Miriam;
2 – Novo Terminal São Mateus;
3 – Novo Terminal Itaquera;
4 – Terminal Itaim.

E ainda a implantação de 50 quilômetros de faixas exclusivas de ônibus, e aumentar em 420 quilômetros a extensão de vias atendidas pelo Sistema Municipal de Ônibus.

Sobre os coletivos, garantir que 100% dos ônibus da frota operacional estejam equipados com ar-condicionado, acesso à internet sem fio e tomadas USB para recarga de dispositivos móveis.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Na minha opinião a Radial Leste deveria ter um VLT pois o BRT iria saturar em poucos anos, já o VLT teria mais paradas e com a integração com o Metrô (Linha 3) e a CPTM (Linha 11) ajudaria a desafogar o enorme tráfego dessas duas linhas por ter mais paradas e aproveitaria parte do antigo trecho ferroviário entre Itaquera e Guaianazes que foi suprimido.

  • Esse BRT só sai se fizer o tal acordo antigo com a BYD, o problema e que a Vip domina a região leste e não vai querer retirar seus carros de 23 metros que rodam hoje na Radial, veremos, quero ver de onde ira sair a verba, a desapropriação e sempre o maior problema nessa tip ode obra, se ja grana e tempo.

Publicidade

Anúncios