Mobilidade Urbana

Estado pode ter fase mais restritiva que a vermelha do Plano São Paulo

A segunda onda da pandemia do coronavírus esta em curso no Brasil, e diversos estados vêm aumentando as restrições para tentar reverter a crise sanitária. A região Metropolitana de São Paulo, por exemplo, regrediu para a fase laranja do Plano São Paulo.

Seis regiões do estado estão na chamada fase vermelha, que é a mais restritiva, mas que ainda prevê o funcionamento do serviço essencial. No entanto, o Estado poderá implantar um estágio mais severo que a fase vermelha, caso os índices de saúde não melhorem. A informação foi dada durante coletiva de imprensa do Governo Estadual.

O coordenador-executivo do Centro de Contingência da Covid-19, João Gabbardo, disse que há estudos para a nova classificação. “O centro de contingência está estudando para propor a inclusão, no Plano São Paulo, de uma nova classificação, que poderia obviamente ter mais restrições do que a fase vermelha”, disse Gabbardo.

“Lembro que a fase vermelha já é um período em que só funcionam serviços essenciais. Mas, pela característica dessa epidemia nas últimas semanas, pelo que vem acontecendo com os dados da região Sul, pelo que aconteceu em Manaus, e em alguns municípios de São Paulo, talvez algumas medidas ainda mais drásticas tenham que ser tomadas”, completou.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios