Trens Regionais

Acciona vai construir trem regional no México em canteiro central de rodovia

O Fundo Nacional de Desenvolvimento do Turismo do México (Fonatur) estabeleceu um contrato de 17,82 bilhões de pesos (US $ 883,6 milhões) para a construção de um eixo do projeto Trem Maia com 1452 km para um consórcio de empresas mexicanas.

O consórcio vencedor, liderado pela México Compañía Constructora, ao lado da Acciona Infrastructure Mexico e México Proyectos y Desarrollos, venceu outras nove concorrentes para ganhar o contrato para construir o trecho Playa del Carmen – Libramiento Tulum, que corre no meio do canteiro central da Rodovia 307.

As obras incluem infraestrutura ferroviária e rodoviária, construção de via dupla, eletrificação, drenagem e construção de estradas e travessias. O contrato será assinado nos próximos dias, com detalhes do início das obras a serem anunciados em breve. Haverá ainda atendimento ferroviário para o aeroporto de Cancun em outro contrato.

Já a licitação dos trens, sinalização e equipamentos de operação foi iniciada no final do ano passado e espera-se que os empreiteiros vencedores sejam conhecidos em 26 de maio.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Faltou apontar que, infelizmente, o gov. de Obrador está tendo outra atitude não técnica ao não considerar de fato os estudos ambientais em regiões afetadas. Será um grande impacto negativo para comunidades e meio ambiente em uma das áreas mais conservadas de floresta tropical que o México tem. Já vimos esse filme aqui no brasil com a usina de Belo Monte.

    • Ecoativistas e militantes da floresta como sempre enchendo o saco com fake news e falácias que só causam o retrocesso da nação.
      Não é atoa que vocês fazem parte da turma do “quanto pior, melhor”.

Publicidade

Anúncios