Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
CPTM Metrô SP

Baldy disse que não participou de decisão sobre corte no bilhete do idoso

A decisão de cortar a gratuidade no transporte coletivo para idosos entre 60 e 65 anos no Metrô, CPTM, ônibus municipais de São Paulo e metropolitanos da EMTU, não teve a participação ou decisão da secretária dos transportes metropolitanos, segundo respondeu o titular da pasta, Alexandre Baldy, em uma rede social:

Transição

O Governo de São Paulo e a Prefeitura de São Paulo informam em uma nota conjunta que, conforme publicado nos decretos Estadual 65.455/2020 e Municipal 60.037/2020, as novas medidas para a concessão de gratuidade no sistema de transporte público para idosos passarão por um período de transição no mês de janeiro e começam a vigorar a partir de 1º de fevereiro de 2021. Para os passageiros até 65 anos, os cartões com a gratuidade serão cancelados em 1º de fevereiro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • E mais uma vez vemos um secretário que não tem autonomia alguma sobre sua pasta, já que ele aparentemente não opinou sobre o cancelamento do benefício ou no mínimo nada fez para que o benefício fosse mantido. Esse é o jeito PSDB de gerir, em vez de agregar, não, tira aquilo que se tem.

Publicidade

Anúncios