Mobilidade Urbana

Covas e Doria cancelam gratuidade nos transportes para idosos entre 60 e 65 anos

O prefeito da capital paulista, Bruno Covas, e o governador do estado de São Paulo, João Doria, cancelaram nesta quarta-feira, 23 de dezembro de 2020, a gratuidade nos transportes públicos para idosos entre 60 e 65 anos.

A nova determinação deve valer a partir de 1º de janeiro de 2021. Para passageiros com mais de 65 anos, não haverá mudanças.

Em um comunicado, tanto o Governo de São Paulo quanto a Prefeitura de São Paulo afirmam que “adotarão novas medidas para a concessão de gratuidade no sistema de transporte público a partir de 1º de janeiro de 2021” e revelam ainda que a mudança na política de benefícios no transporte de idosos “acompanha a revisão gradual das políticas voltadas a esta população”.

Os serviços que contavam com a gratuidade englobam o Metrô, a CPTM, a EMTU, com as linhas intermunicipais, além dos ônibus municipais gerenciados pela SPTrans.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • E vai mudar algo para o resto da população? NÃO! Não vão diminuir as tarifas, não vão melhorar os ônibus, não vão aumentar o número de veículos nas linhas, não vai haver nada de melhor para ninguém. Enquanto isso aumentam os valores dos salários dos mesmos em valores astronômicos em plena crise, sem aumento real para o restantes dos servidores públicos que não tem aumento real desde 2013, aumentam os subsídios para as empresas amiguinhas de ônibus, e continuamos andando como fôssemos latas de sardinhas em plena pandemia.

  • O povo elegeu o Covas pela esperiencia e ele mostrou que tem muita esperiencia aumentou seu salario em 45% e tirou a gratuidade do transporte aos velhinhos de 60 a 65 ano, parabens a população de São Paulo, voces merencem, onibus velhos, sujos e com grandes intervalos, e os velhinhos que acredito que votaram na sua maioria no careca recebeu o que merece, parabens!

    • Concordo plenamente Pedro e digo mais. As pessoas que agora estão reclamando o fazem de maneira errada já que ao votarem em Bruno Covas compraram a política do “estado mínimo” que tanto é propagada pelo PSDB. Sendo assim qualquer política pública que vise o bem estar da população, será vista como alguns dizem de forma jocosa, “assistencialismo”. A população tem que parar de votar, como alguns falam “no menos pior” e votar em quem realmente vai fazer a diferença, quem propõe algum tipo de mudança ou algo do tipo e não em pessoas como Covas que tiram direitos que há anos a população tem(inclusive é uma tendência nacional tirar direitos da população brasileira a anos estabelecidos). Esse episódio só mostra como a população tem memória curta, vide que em 2019 o Covas diminui o número de integrações do bilhete único no VT.

      • Tiago Melo, Ontem estava no ônibus da linha 3773 e uma senhora me falou você viu o Covas tirou o bilhete gratis para os velhinhos com menos de 65 anos, perguntei se ela tinha votado no Covas ela disse sim, e eu falei sinto muito mas vocês merecem, e disse mais para ela se preparar que vinha mais paulada, acabou as eleições e já voltaram aqueles intervalos de 20 a 25 minutos, aquele que o doria achava um absurdo.

Publicidade

Anúncios