Foto: Diário dos Trilhos
CPTM

Editorial pede Linha 11-Coral da CPTM até Cesar de Souza

O jornal local “O Diário” atuante no Alto Tietê, em editorial, pede a extensão da Linha 11-Coral, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, da estação Estudantes até Cesar de Souza, ambas em Mogi das Cruzes.

O texto diz que o atendimento poderia reduzir o tempo de viagem em direção ao centro da cidade de 50 para 10 minutos, além de redução de poluentes, já que as composições são elétricas.

O jornal cita ainda que pressão popular poderá ajudar no projeto, assim como ocorreu na extensão do Expresso leste até a região.

Foto: Estações Ferroviárias

“Sem viabilidade”, diz CPTM

De tempos em tempos, autoridades de Mogi das Cruzes voltam a discutir a ampliação do atendimento. O projeto já esteve na lista de promessas diversos candidatos aos mais diversos cargos, de vereador até Governador.

O secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Claudio de Faria Rodrigues, chegou até a incluir a proposta no Plano Diretor da cidade.

Em 2011, a CPTM chegou a fazer um relatório técnico para a concretização do projeto orçado, naquele momento, em R$ 37,5 milhões. Seriam acrescidos cerca de 9% no volume de passageiros na Linha 11. Mas o projeto não está mais nos planos da companhia por “inviabilidade técnica”.

“A CPTM informa que existe uma inviabilidade técnica para levar a Linha 11-Coral até César de Souza, visto que o trecho em questão é uma faixa de domínio sem eletrificação e designada apenas para o transporte de cargas”. – diz nota da Companhia ao Via Trolebus.

A estação foi inaugurada em 1893, já pela Central do Brasil. Homenageia João Augusto Cezar de Souza, chefe da 5a divisão da Central em 1890. Deu origem ao bairro com o mesmo nome.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Essa extensão é SUPER útil pra região de César de Sousa que é um dos principais bairros de Mogi. O problema é falta de vontade do Governo/CPTM para tocar a obra. Sequer levam a Linha 12 até Suzano, imagina a 11 em Cesar…

  • De fato é estranha a posição de inviabilidade citada pela CPTM. César de Souza possui população superior a muitas cidades da região metropolitana atendidas pela CPTM. Se observarmos a movimentação de pessoas fazendo baldeação dos ônibus municipais ( terminal Estudantes) para os trens ( estação Estudantes) fica clara impressão de que pode ser viável sim. Outra coisa, já que a CPTM está considerando conceder as estações de Mogi para a iniciativa privada, por que não incluir um chamamento individual ( como será feito com a estação Bras Cubas) para a construção e exploração de nova estação? A CPTM poderia reduzir bastante os custos da ampliação do serviço se a iniciativa privada tocasse a construção da estação. Cesar de Souza está em processo de crescimento: para o próximo ano, através de financiamento do CAF, a região ganhará mais 2 parques, avenidas, um viaduto, grande ação de saneamento básico e recuperação da mata de proteção do Tietê. A tendência é de a ocupação crescer ainda mais em poucos anos e a necessidade do transporte sobre trilhos crescerá junto.

  • “Seriam acrescidos cerca de 9% no volume de passageiros na Linha 11.”
    Praticamente a mesma movimentação que a estação Itaquera, só que com uma população aproximadamente um quinto menor.

Publicidade

Anúncios