Foto: Diário nos Trilhos
SPTrans

Ônibus em São Paulo ficaram mais velozes e poluíram menos na pandemia

Estudo feito pelo Instituto de Energia e Meio Ambiente (Iema), divulgado pela Isto é, mostra que a emissão de poluentes em ônibus na cidade de São Paulo diminuiu em cerca de 50% no período da pandemia. A pesquisa comparou um dia útil médio de abril, e um dia útil médio de fevereiro, antes da pandemia. No mesmo período, a velocidade comercial dos coletivos aumentou.

As emissões de dióxido de carbono (CO2) caíram 52%; a emissão de material particulado (MP) foi reduzida em 51%; e os óxidos de nitrogênio (NOx) tiveram suas emissões diminuídas em 56%.

Foto: Diário dos Trilhos

“Isso ocorreu por conta da redução da frota em circulação, mas também graças ao aumento da velocidade média dos ônibus que permaneceram rodando”, aponta o texto. “Isso aponta para um fato já amplamente conhecido que é a importância de se investir na qualidade da mobilidade urbana como forma de reduzir a poluição do ar”, diz a publicação.

Já a velocidade média dos ônibus no horário de pico aumentou, entre 7he e 10h da manhã, chegando a 22 km/h, número 46,6% maior que a média de velocidade registrada no início de 2020, no período pré-pandemia (15 km/h).

Este cenário se deu a diminuição do número de veículos particulares nas ruas, e pontos menos lotados, com menor quantidade de pessoas embarcando.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios