Aviação

Depois do 737, Boeing estaria com problema em armazenar seus 787 Dreamliners

No ano passado, a Boeing teve problemas para armazenar seus modelos 737 MAX após dois acidentes com a variante, que resultou em 346 pessoas mortas. A empresa teve que guardar alguns em estacionamento para carros.

Já em 2020 em tempos de pandemia, e companhias aéreas em crise, a fabricante enfrenta o mesmo problema. Clientes estariam impossibilitados de receber as entregas dos seus novos 787 Dreamliners, e a Boeing já teria cerca de 50 widebodies não entregues em suas instalações.

737 armazenado em estacionamentos de carros

Uma reportagem da Bloomberg da conta de que já há vários Dreamliners estacionados em uma pista fechada ao lado da fábrica da Boeing em Seattle. Há alguns 787 que foram enviado às instalações de armazenamento do deserto em Victorville enquanto aguardam a entrega.

O 787 já teve mais de de 1.500 pedidos desde que foi disponibilizado em 2004, e a Boeing já entregou 975 e mantém um estoque de mais de 500.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios