CPTM

Após melhorias, CPTM reduz tempo de viagem na Linha 12-Safira em 20%

Em uma entrevista aos sites Diário do Transporte e Via Trolebus, o diretor de Operação e Manutenção da CPTM, Luiz Eduardo Argenton, contou algumas melhorias feitas pela empresa na Linha 12-Safira, que liga as estações Brás e Calmon Viana.

De acordo com Argenton, recursos próprios por meio de contratos de manutenção além de mão de obras interna fizeram com que a ferrovia, que na década passada tinha problemas sérios em sua operação, tivesse redução no tempo de viagem em 10 minutos.

Foram reforçados estruturas de galerias em parceria com a prefeitura de São Paulo, além da supressão de uma passagem de nível entre Ermelino Matarazzo e São Miguel, e revitalização de passagem subterrânea no local, e com isso algumas restrições puderam ser eliminadas, e os trens agora podem rodar em até 70 km/h em determinados trechos.

Outro ponto de mudança foi sobre a taxa de frenagem, que com a renovação recente da frota e um estudo da CPTM, fez com a empresa diminuísse os espaços que por ventura a composição precisar parar, sem comprometer a segurança na operação.

Foto: Renato Lobo

Argenton também informou que futuramente poderão ser reduzidos os circuitos de vias que são de 1 km, o que deve possibilitar a inserção de trens no futuro, levando em conta o compartilhamento de via com a Linha 13-Jade entre Brás e Engenheiro Goulart.

O tempo de viagem entre as duas estações reduzidas em 10 minutos – de 62 para 52.

“As intervenções que vêm sendo realizadas na Linha 12 têm o empenho da equipe da CPTM para atender uma reivindicação antiga dos passageiros pela redução do tempo de viagem. Hoje, a redução de 10 minutos já é uma realidade. Outras obras estão sendo feitas, outros projetos estão sendo pensados para que a gente consiga reduzir ainda mais”, disse o Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, após concluir o trajeto. “Dez minutos a menos para quem sai de Calmon Viana e vai até o centro de São Paulo é um ganho enorme. Cada minuto a mais que podemos usar com a família, estudando e trabalhando otimiza a rotina, trazendo mais qualidade de vida para as pessoas”, concluiu Baldy.

Sabemos da importância desta linha para a população da zona leste de São Paulo e do Alto Tietê, e por isso estamos trabalhando para tornar a viagem mais rápida, confortável e segura para todos”, afirmou Pedro Moro, presidente da CPTM.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Só se for nas contas e estatísticas dubiosas deste pessoal. Trata-se de – mais uma – péssima jogada de marketing eleitoreiro que visa somente mascarar e omitir a imensa incompetência dos burocratas que há 20 anos destroem e renegam o transporte público em São Paulo.
    Quero ver essa tamanha diferença quando os trens voltarem a quebrarem diariamente durante os horários de pico, com milhares de pessoas amontoadas nas plataformas e esmagados em composições sem ar condicionado.
    Apenas o usuário “Ivo” para acreditar nas falácias dos políticos, e não obstante disto, tentar justificar elas.

Publicidade

Anúncios