Foto: Samuel Rocha
SPTrans

Cidade de São Paulo poderá ter redução de 25% da frota, diz sindicato dos motoristas

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo – Sindmotoristas, em um comunicado em seu site, diz que informações extraoficiais dão conta de que a cidade terá uma redução de 25% da frota de ônibus operante já a partir desta quinta-feira, 25 de junho de 2020. A informação não foi confirmada oficialmente pela SPTrans.

“Isso é inadmissível. Na semana passada, o secretário Edson Caram foi exonerado por não encontrar uma solução para a superlotação dos veículos e como pode redzir, ainda mais, a frota de ônibus? O compromisso firmado publicamente não foi aumentar a frota?”, afirmou o presidente e deputado federal Valdevan Noventa.

Há informações não oficiais de que trabalhadores estariam recebendo novas escalas de trabalho. “Não aceitamos um único veículo a menos em São Paulo. Estamos tentando uma agendar uma reunião em regime de urgência com as empresas e o Poder Público. Não vamos permitir esse grande absurdo com a categoria”, afirmou Noventa.

Foto: Samuel Rocha

SPTrans diz que apenas 9% serão retirados e que haverá melhor distribuição

A SPTrans informou ao Via Trolebus que a frota de ônibus da cidade será readequada em menos de 9% nesta quinta-feira, 25 de junho, e vai priorizar o atendimento em bairros mais afastados do centro, onde está maior concentração de casos Covid 19 e síndromes respiratórias.

De acordo com a gerenciadora do transporte paulistano, “a readequação corresponde a 8,39% dos veículos que circulam atualmente. Com a mudança, 10.791 coletivos seguirão operando em São Paulo, ou 84% da frota total antes da quarentena”.

“Irresponsável”

A SPTrans disse ainda que “a informação de que 25% da frota será reduzida nesta quinta-feira, conforme divulgado de forma irresponsável pelo Sindicato dos Motoristas (Sindmotoristas), o que só contribui para desinformar a população“.

Antes da pandemia, 3,3 milhões de passageiros eram transportados nos ônibus da capital paulista diariamente. Esse número caiu para 1,3 milhão de pessoas por dia e vem se mantendo estável nas últimas semanas, segundo a empresa.

A SPTrans ainda diz que todas as linhas circulando atualmente serão mantidas, e que nas ligações do subsistema local de distribuição, que opera nos bairros, não haverá readequação.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios