Metrô SP

Baldy fala em tocar Linha 20-Rosa do Metrô em parceria com setor privado

Durante uma participação do de um Webinar intitulado “Os impactos atuais e futuros da COVID-19 na mobilidade urbana das cidades brasileiras”, feito pela Fundação Getúlio Vargas, o secretário dos transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, disse que estão sendo estudados modelagens para que a Linha 20-Rosa do Metrô seja tocada pelo setor privado.

O novo eixo metroviário, em seu projeto completo, prevê a ligação entre a Lapa e Santo André, sendo que o eixo entre a Zona Oeste de São Paulo e a estação São Judas é considerado prioritário. A linha completa teria 27 km de extensão, 20 estações, uma demanda de mais de um milhão de passageiros por dia, e 33 trens em operação. O empreendimento atualmente está na fase de Projeto Funcional.

Fonte: Relatório Integrado – Metrô de São Paulo – 2019

No ano passado, o vice-governador Rodrigo Garcia já falava em uma parceria com o setor privado para a nova linha, e disse que seriam investidos 20 milhões no aprofundamento dos estudos.

Anúncio na década passada

O novo eixo metroviário já consta em futuros projetos do Metrô há pelo menos 10 anos.  Em 2011, o governo do estado esperava utilizar R$ 2 bilhões para investir na linha segundo recurso de Cepacs – títulos imobiliários oferecidos pela Prefeitura durante a Operação Urbana Faria Lima.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios