Aviação

Tempestade no hemisfério norte pode ajudar a quebrar recorde de velocidade de aeronave comercial

Uma tempestade no hemisfério norte pode contribuir para o recorde de velocidades de aernonaves comerciais, de acordo com o site Simple Flying.

O Reino Unido se prepara para ser atingido pela tempestade Ciara neste fim de semana, enqaunto isso, é grande a possibilidade de que o recorde transatlântico de tempo de vôo subsônico possa ser quebrado.

Um ciclone está se formando perto da Groenlândia. Com isso, uma grande precipitação poderá chegar no sudeste dos Estados Unidos ao longo de uma poderosa corrente de jato para a Europa. Enquanto as rajadas podiam atingir 80 km/h em solo, a 30.000 pés o Jetstream podia ter velocidades acima de 250 km/h.

As aeronaves que voam da América do Norte para a Europa poderão tirar proveito desses fortes ventos de cauda, ​​possibilitando um voo de cinco horas entre Nova York e Londres, uma possibilidade real.

As condições poderão criar algo semelhante a uma superestrada entre o nordeste dos Estados Unidos e a Grã-Bretanha. Aviões comerciais podem tirar vantagem dos ventos velozes da Jetstream, e podem cruzar o oceano a velocidades maiores que a velocidade do som.

O recorde atual é de cinco horas e 13 minutos, estabelecido pelo Norwegian Air Shuttle, por meio de um Boeing 787-9 Dreamliner em janeiro de 2018.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios