Monotrilho

Quais são as principais características do monotrilho da BYD?

No último final de semana, o noticiário de mobilidade urbana foi surpreendido pela notícia em que a chinesa BYD havia sido habilitada para fornecer trens para o monotrilho da Linha 17-Ouro.

A empresa é famosa pela fabricação de ônibus elétricos, e vem apostado no mercado ferroviário através do seu produto “SkyRail”. A BYD deve fornecer este sistema para Salvador, e agora acaba de ganhar seu segundo contrato na America do Sul. Há projetos do fornecimento destes trens também para sistemas da Ásia.

Alguns desses diferenciais estão no site da fabricante, o que não significa que as composições da Linha 17-Ouro tenha estes diferenciais:

Monotrilho a bateria

De acordo com o site da fabricante, os trens possuem baterias de emergência a bordo, que são baterias de fosfato de ferro instaladas em todos os trens em caso de falta de energia. Os comboios ainda podem operar até a estação mais próxima para descarregar com segurança os passageiros. Isso também significa que os trilhos de força não são necessários nas instalações de manutenção, reduzindo bastante o risco de choque elétrico para os trabalhadores de manutenção.

BYD diz que SkyRail é mais barato

O SkyRail também custa significativamente menos para operar e manter do que as linhas comparáveis ​​de transporte rápido de ônibus e trens, diz a fabricante. No site está ausente comparativos de custos entre os meios de transporte.

Mas a empresa usa as mesmas estruturas das demais fornecedoras. A estrutura aérea em si é praticamente isenta de manutenção, de acordo com a BYD, sem trilhos para inspeção e manutenção. As vigas guia são passivas, utilizando uma construção de concreto pré-moldado de longa vida útil.

Os veículos SkyRail operam em um ambiente limpo e controlado e são muito mais fáceis de manter. Através de milhões de quilômetros de serviço, os regimes de manutenção e os requisitos de inspeção são consagrados. Todo o equipamento de bordo é facilmente acessível e componentes dos veículos são usados ​​em todo o mundo.

Capacidade

Configurável em até 8 vagões, os sistemas SkyRail podem movimentar até 30.000 pessoas por hora e por sentido, com trens operando em dois minutos de intervalo. Sua capacidade, portanto, é menor que o sistema fornecido pela Bombadier na Linha 15-Prata, que pode transportar até 48 mil passageiros por hora e por direção.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios