CPTM

Estação Francisco Morato, na Linha 7-Rubi da CPTM, recebe cobertura

A prefeitura de Francisco Morato postou em suas rede sociais uma imagem das plataformas da nova estação recebendo cobertura.

No começo do mês, as obras entraram na “reta final”, de acordo com uma postagem nas redes sociais do presidente da operadora, Pedro Moro.

Segundo Moro, a parada já conta com escadas rolantes, além de ter a estrutura para receber cobertura. Os piso na plataforma também já foram instalados.

Obras contratadas em 2009

As obras da nova estação foram contratadas em 3 de outubro de 2009, mas após o início das construções, a CPTM e as empresas do consórcio entram numa disputa sobre o valor do contrato. Posteriormente as empresas Consbem, TIISA e Serveng abandonam a construção, deixando os trabalhos da estação paralisados em 2011.

Após romper o contrato, a CPTM licitou novamente as obras através da licitação nº 8042160011R, cujo resultado foi divulgado em 12 de agosto de 2016. A concorrência foi vencida pelo consórcio Spavias-Telar pelo valor de 114 900 000,00 milhões de reais. O prazo para a conclusão das obras é de 36 meses, porém a CPTM só autorizou o início das obras em fevereiro de 2018.

Em setembro, o Via Trolebus visitou as obras que estavam no estágio de 60% concluídas:

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • De 2009 a 2020… 11 anos?
    É onde os atrasos programados e viciados, acordados entre empresas e servidores públicos corruptos fazem a festa da iniciativa privada deitar e rolar. E consequentemente, tomar a posse dos bem públicos.
    A grande verdade que, de forma alguma pode ser corrompida, somente o tempo mostrará. Esperamos que não demore muito.

Publicidade

Anúncios