Foto: Governo do Estado de São Paulo
Monotrilho

Estado prepara recurso para reverter decisão de cancelar concessão da Linha 15-Prata

Após a decisão de anular a concessão da Linha 15-Prata pela justiça, ocorrida em novembro de 2019, o Governo do Estado prepara um recurso para tentar reverte a decisão.

De acordo com o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em uma entrevista ao Valor Econômico, neste momento, o recurso está sendo preparado pela Procuradoria Geral.

A justiça atendeu aos argumentos dos metroviários, que moveram a ação, de que a concessão não teve autorização a Alesp – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e de que o modelo de contrato impossibilita a expansão da linha com uma nova licitação, como determina a lei. Há também contestação nos preços.

Demora na assinatura do contrato

Ainda que o contrato tenha sido assinado em março de 2019, até o cancelamento a ViaMobilidade, vencedora da licitação, não havia assumido o monotrilho.

De acordo com Baldy, a demora foi para evitar prejuízos como os ocorridos no caso da Linha 4-Amarela, em que o governo assinou com o operador e depois teve que oferecer compensações financeiras por conta dos atrasos na construção.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios