Foto: Renato Lobo
CPTM

CPTM descartou atendimento da Linha 9-Esmeralda em Parelheiros

Com a chegada da Linha 9-Esmeralda em Varginha, muito se especula sobre a ida do atendimento ferroviário até o distrito de Parelheiros. O projeto já foi amplamente discutido, inclusive com direito a promessas eleitorais, mas o que depender da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, o trem não deve chegar no bairro que é mais perto do litoral, que o centro da capital.

A declaração sobre a supressão do projeto foi dada pelo presidente da Companhia, Pedro Moro, durante uma visita às obras da futura estação Mendes Vila Natal, ocorrida neste sábado.

Moro disse que foram feitos estudos, mas que pelo tipo de atendimento recomenda-se a instalação de um corredor de ônibus. A região conta com uma área de 153 km² e uma população de 202.321 habitantes. Dista-se de 15 a 25 quilômetros de Itanhaém e de São Vicente, no litoral e de 50 a 60 quilômetros do região central do município.

Região já teve trem de passageiros

Todo eixo que atualmente comporta a Linha 9-Esmeralda até Grajaú, o novo trecho de 4,5 km até Varginha, e o leito ferroviária até a junção com o ramal cargueiro na antiga estação Evangelista de Souza, no entrocamento com a ferrovia Mairinque-Santos, correspondia a um atendimento ferroviário, servido como caminho de passagem de um trem que ligava São Paulo a Santos. Havia também até a década de 80, um trem de subúrbio entre Julio Prestes e Evangelista de Souza, que cortava Parelheiros.

Mas atualmente não há mais atendimento cargueiro e nem se quer trilhos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A extensão da linha 9 até Parelheiros seria uma boa ideia, porem sobrecarregaria a linha. A saida seria investir em mais locomotivas e colocar uma composição que atendesse Varginha até Evangelista de Souza, aproveitando o polo ecoturístico da região. Outro ponto seria construir uma linha Férrea que chegasse até Itanhaém , nas proximidades do Aeroporto, trazendo desenvolvimento para região. Mas parece que tudo isso não passa de um sonho.

  • Uma pena, concordo com o colega acima, poderia ter um trem do expresso turístico para lá, mais pra dentro de Parelheiros. Mas vale lembrar que a estação Varginha está em Parelheiros, assim como em Grajaú. A linha do trem é a divisa dos dois distritos. pelo projeto, se não me engano, a estação vai ter saída para os dois distritos, uma passarela para o lado Parelheiros (oeste) e a saída do terminal de ônibus do lado Grajaú (leste)

  • Parelheiros é área de proteção ambiental e não pode receber trem para não piorar as invasões ali existentes.

    Caso o trem da CPTM chegasse até Parelheiros, São Paulo iria ficar sem abastecimento de água pois a ampliação das invasões em Parelheiros iria fazer as represas entrarem em colapso (por conta do intenso descarte de esgoto, destruição de nascentes, etc).

Publicidade

Assuntos

Anúncios