Foto: Renato Lobo
Monotrilho

Por que estender o Monotrilho da Linha 15-Prata até a estação Ipiranga da CPTM?

Na semana passada o Governador João Doria e o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy anunciaram a retomada da expansão do monotrilho da Linha 15-Prata da estação Vila Prudente até a estação Ipiranga, de encontro com a Linha 10-Turquesa, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM.

De acordo com Baldy, o trecho entre Ipiranga e Hospital Cidade Tiradentes deve atender a uma demanda de 600 mil passageiros por dia, ou seja, o dobro esperado para quando o monotrilho operar integralmente entre São Mateus e Vila Prudente que é 300 mil usuários por dia. Quando totalmente pronta, a linha 15 contará com 26,6 km de extensão e 18 estações

Por que estender o monotrilho até o Ipiranga? São pelo menos dois benefícios imediatos:

1 – Alivio para a estação Vila Prudente

O ponto final atual das Linha 2-Verde e 15-Prata já concentra um grande volume de passageiros nos horários de pico, e vem mais gente por ai. Quando o monotrilho operar de fato em horário integral até São Mateus, a Linha 15 vai saltar de 100 mil passageiros por dia para 300 mil. Vale lembrar que mais gente deve utilizar a Vila Prudente, quando o ramal chegar até a Penha, já que as obras da expansão são prometidas para o primeiro trimestre do ano que vem.

“Até São Mateus, a demanda ainda é suportável na estação Vila Prudente do metrô, mas, com a inauguração do restante da Linha 15, teríamos um problema muito sério. Queremos evitar esse impacto, por isso vamos entregar as duas pontas juntas” – disse em 2014, o então Secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, se referindo as extensões de Ipiranga e Cidade Tiradentes.

2 – Melhor ligação com o centro de São Paulo

Descongestionar a Vila Prudente, tem como um dos caminhos permitir que o passageiro da Linha 15 possa acessar o centro da cidade sem precisar baldear para a Linha 2-Verde, quando o passageiro vai poder percorrer seu trajeto entre a Zona Leste e o centro por meio das linhas 15 e 10-Turquesa, baldeando em Ipiranga.

O mesmo deve valer para o passageiro que utilizar a Linha 2-Verde em bairros como o Tatuapé e Vila Formosa.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Uma coisa que faltou ser ressaltada, primeiro precisam fazer melhorias na L10. Ainda defendo a extensão da L6 até o Ipiranga, ou mesmo da própria L15 até o Terminal Mercado.

      • O ET é subestimado pelo governo e pela maioria das pessoas q não o utilizam, é só você ler algumas discussões no skycrapercity que vai perceber isso.
        “Reformar” o ET e transforma-lo em um VLT ou VLP, ou mesmo aproveitar sua estrutura pra expandir a L15 pro terminal mercado, seria uma boa alternativa para tal, obviamente possuindo integração gratutita.
        Do jeito que ta hoje os ônibus competem com a L15 em direção ao centro, pelo fator preço.

  • Deveriam tornar a integração gratuita com o Expresso Tiradentes na V.Prudente. Assim, seria mais uma opção para o centro sem precisar ir pela linha 2, enquanto não sai a Estação Ipiranga.

    Esses caras não pensam com a cabeça, só com o bolso.

    E qdo der BO, ai farão alguma coisa.

    Gente burra!!

  • Prolongar ás Linha 5-Lilás assim como também à Linha 15-Prata de forma concomitante a fim de aliviar a Linha 2-Verde, a qual, futuramente, será uma das linhas mais concorridas de São Paulo, tratando-se de uma solução sensata até a estação Ipiranga na Linha 10-Turquesa, que é a única que possui três linhas regulares e que atualmente e se encontra subutilizada a qual devera ser totalmente reformada com acesso a linha central e ampliada em uma atitude correta, e deveriam ser priorizadas antes de se iniciar quaisquer outras linhas, pois sua alta demanda reprimida exige esta ação.

    Por outro lado da Linha 15-Prata já tem sua extensão confirmada até a Jacu-Pêssego pelos atuais gestores.
    Com relação ao desempenho técnico Monotrilho Linha 15-Prata, por ser um protótipo de alta capacidade, deveria ser finalizado e comprovado sua eficácia antes de se especificar este modal para quaisquer outras linhas.

    Não podemos falar em carência de transporte na zona Leste, que hoje existe de fato, sem concluir as integrações com os sistemas das Linhas 10-Turquesa, Linha 2-Verde, Linha 12-Safira, Linha 13-Jade e Monotrilho Linha 15-Prata estiverem sido totalmente concluídos, a se somar as Linhas 3-Vermelha e Linha 11-Coral.

  • Medidas corretas e emergências, lembrando que a l2 já tem alta taxa de demanda no Sacomã recebendo passageiros do abc, além da linha 5 lilás e integração com a 4 amarela e 1 azul..

  • Olá sr. Renato, pessoal, quero comunicar a todos que após muitas criticas que fiz ao site “https://transparencia.metrosp.com.br/dataset/relatório-de-expansão-obras-e-modernização” e em atitude de respeito para todos que se interessam sobre o andamento das obras do metro no relatório de novembro já disponível no endereço acima, voltaram a inserir o item Avanço físico (%) Todo avanço por menor que seja, será sempre um passo adiante e agradeço á todos que com seus comentários, criticas e sugestões e divulgação de informações e public relations contribuem por um transporte melhor. Um feliz Natal e um grande 2020 á todos. Abraços e fiquem com Deus

    Gilberto

  • Olá prazer,sou Márcia e gostei muito da sua reportagem e gostaria que aproveitasse esse período de quarentena e fissesse outa reportagem para saber como está no momento,moro aq perto e quando o trem finalizar facilitará a vida de muitos Obrigada!

Publicidade

Anúncios