Foto: Diário dos Trilhos
Metrô SP

Chineses devem assumir obras da Linha 2-Verde do Metrô até a Penha

Uma transação entre empresas promete destravar as obras da Linha 2-Verde do Metrô, entre a Vila Prudente e a Penha, prometidas para serem iniciadas no primeiro semestre de 2020, de acordo com uma publicação do jornal Valor Econômico.

O grupo chinês PowerChina assinou um acordo com o governo paulista para assumir as construções da empreiteira Mendes Júnior, que era responsável na expansão da Linha 2.

A entrada dos chineses destravaria a retomada dos trabalhos. “Essa era a nossa maior preocupação. Sem essa tratativa entre os grupos, não haveria viabilidade para a retomada das obras nos demais lotes”, afirmou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy ao jornal.

A extensão deve acrescentar 8 novas estações e 8,3 km à Linha 2-Verde. O eixo metroviário que passa por debaixo da Avenida Paulista e liga as estações Vila Prudente e a Vila Madalena, vai se transformar na maior linha do nosso sistema metroviário, com 23 km de extensão.

As estações a serem construídas são: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha, conectando com as linhas 3-Vermelha, 11-Coral (CPTM).

Existe projetado uma outra expansão da Penha até a cidade de Guarulhos. No entanto, não há prazos para início dos trabalhos.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A China atualmente já deve estar entre os países menos burocráticos do mundo, é praticamente chegar e fazer. Quero ver como eles vão reagir ao perceberem que o Brasil é exatamente o contrário, um dos países mais burocráticos de todos encarecendo obras, danificando e impedindo planejamentos, emperrando todas as engrenagens!

  • Das obras de expansão do Metrô a da Linha 2-Verde é sem dúvida a mais prioritária, pois claramente trafegará por uma região extremamente carente de transporte público de qualidade e uma grande demanda reprimida, além de finalmente fechar o grande circulo do “Anel Metrô Ferroviário Metropolitano de São Paulo”.

    Para contornar está situação é fundamental concluir as integrações antes de se iniciar quaisquer outras linhas, com os sistemas das Linhas 10-Turquesa, e Linha 13-Jade que hoje se encontram subutilizadas, sendo que a Linha 13-Jade possui uma capacidade de 100 mil, e hoje opera com 15 mil de acordo com o site da CPTM, com as Linha 2-Verde e Monotrilho Linha 15-Prata estiverem sido totalmente concluídas, a se somar as Linhas 3-Vermelha e Linha 11-Coral, com estás providências tomadas a tendência é que o fluxo se redistribua.

    Também é urgente e imprescindível que se faça uma correção de se estender a Linha 15-Prata que hoje faz o terminal em Vila Prudente, e assim como também à Linha 5-Lilás que hoje faz o terminal na Chácara Klabin, e que deixarão de fazer o terminal na Linha 2-Verde, ambas deveram seguir até a estação Ipiranga na Linha 10-Turquesa, que deverá ser totalmente reformada com a inclusão de plataforma na linha central. (A única que possui três linhas regulares) a fim de “aliviar” a Linha 2-Verde, a qual, futuramente com este prolongamento será uma das linhas mais concorridas de São Paulo, tratando-se de uma solução sensata.

Publicidade

Assuntos

Anúncios