Foto: Prefeitura de SP
SPTrans

São Paulo terá 15 novos ônibus elétricos até o final deste mês, diz secretário

A cidade de São Paulo deve receber até o final deste mês 15 novos ônibus elétricos a bateria, segundo informações do secretário municipal dos transportes e mobilidade de São Paulo, Edson Caram. A afirmação foi dada durante o Salão do Veículo Elétrico Latino-Americano 2019.

Caram disse que a energia que será usada para o transporte será por sistema solar. “Ainda neste mês, a cidade de São Paulo vai apresentar 15 novos ônibus elétricos que vai trabalhar na linha local, mas é ônibus elétricos com energia 100% limpa, ou seja, a energia é produzida em uma fazenda pelo sistema de placas solares…talvez até dia 20 de outubro nós estaremos com esses ônibus rodando”, afirmou o secretário.

Prometidos em 2017 e 2018

A Prefeitura de São Paulo apresentou em dezembro de 2018 três dos 15 ônibus elétricos que iriam circular pela capital paulista a partir de março deste ano. Os 15 coletivos operariam na linha 6030/10 Unisa-Campus1/Terminal Santo Amaro.

Antes, porém, o então prefeito João Doria havia prometido em julho de 2017 uma frota de 60 unidades do modelo não poluente.

Em nenhum dos casos, as unidades em escala passaram a levar passageiros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Devia ser obrigatório a troca desses ônibus antigos e dar prioridade para que todos os ônibus fossem elétricos. A cidade ia agradecer!!

  • E os investimentos em trólebus zero. Veículos com tecnologia brasileira, consolidada e infraestrutura conhecida, sendo renegados em detrimento de veículos caros com componentes importados. Claro que não é uma crítica a novas tecnologias mas parece que o poder público prefere dificultar as coisas.

    O que vemos são quilômetros de rede aérea sendo retirados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!