Foto: Diário dos Trilhos
Greve

Motoristas de ônibus querem taxa adicional ao Uber, diz Bruno Covas

O prefeito de São Paulo Bruno Covas falou agora pouco sobre a greve de ônibus na cidade de São Paulo, que ocorre desde esta quinta-feira, 5 de setembro. O chefe do executivo concedeu entrevista ao telejornal Bom dia São Paulo, da TV Globo.

Covas disse que a cidade conta na manhã desta sexta, com cerca de 70% da frota, graças a uma ação da prefeitura junto a justiça.

Um pouco depois das 6 horas, vias do centro começaram a ser fechadas com veículos do transporte coletivo, indicando início do protesto por parte de motoristas e cobradores. Cerca de 19 linhas da empresa Sambaíba, que opera na Zona Norte, estavam paralisadas. Os terminais da cidade operavam parcialmente.

Taxamento do Uber

Durante a entrevista, Covas afirmou com estranheza que a categoria propôs taxar serviços de transporte por aplicativo, como o Uber. “Não entendo o porque desta reivindicação.”, disse o prefeito.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Estudos de universidades estrangeiras e especialistas em mobilidade urbana apontaram para um colapso nos sistemas de transportes com o atual modelo ilimitado dos aplicativos de carona remunerada.
    Os donos dos apps são estrangeiros e querem apenas o lucro da operação.
    Já o ônus, fica com os municípios.
    Insustentável e anti-ecológico !

Publicidade

Assuntos

Anúncios