Trem que fez testes no trajeto que será operado pelo VLT | Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles
VLT

VLT entre Brasília e Valparaiso de Goiás atrasa por “falta de dinheiro”

Com promessa para início dos testes em janeiro, a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT entre Brasília e Valparaiso de Goiás está atrasada. O transporte de passageiros teve que ser adiado por “falta de dinheiro“, segundo o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

Um trem de serviço passou por testes na manhã desta terça-feira, 4 de junho. A bordo, além do governador, haviam seis secretários do GDF e do governo federal, e representantes de estatais.

A estimativa do governo é de que o VLT entre em operação até o começo de 2020. “Esse é um primeiro passo no rumo de uma solução no transporte para o Entorno”, afirmou Ibaneis .

“O trem que nós vamos trazer é o mesmo que já opera em Natal, João Pessoa, Maceió e Recife. É um veículo mais confortável, que, por ser mais leve, permite maior manobra e frenagem no trecho urbano, o que é mais adequado para a região.” disse Pedro Cunto, diretor de Planejamento e Relações Institucionais da Companhia Brasileira de Trens Urbanos – CBTU.

Climão

No trajeto de testes, o governador do Distrito Federal recebeu uma ligação de Ronaldo Caiado (DEM), chefe do Executivo goiano. O democrata entrou em contato com o emedebista para tirar satisfação sobre a operação de testes.

“Ibaneis, o Goiás tem governador”, afirmou Caiado. Já Ibaneis disse no telefone que “o senhor está me dizendo que Goiás tem governador, pois eu estranhei a falta dele aqui”.

A conversa terminou com um dos políticos falando palavras de baixo calão.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!