Modelo de VLT produzido pela CRRC
Ônibus VLT

São José dos Campos desiste de BRT e foca em meio de transporte elétrico

Enquanto cidades pensam em abandonar projetos de transportes sobre trilhos para dar lugar a sistemas de corredores de ônibus do tipo Bus Rapid Transit – BRT, como São Paulo e Cuiabá, a cidade de São José dos Campos parece caminhar na direção contrária.

Em visita à China, o prefeito Felicio Ramuth (PSDB) diz que agora tem uma convicção: a nova tecnologia em um futuro eixo de transporte deverá ser operado por veículos eletrificados.

Fala-se na implantação ou de um sistema de Veículo Leve sobre Pneus – VLP  ou um VLT – Veículo Leve sobre Trilhos. “O que foi importante ver [na China]: que a grande maioria das soluções são baseadas na eletrificação. O futuro é baseado na eletrificação. Pensar em ter o BRT aqui, com os ônibus movidos a combustível fóssil, não tem o menor sentido para uma cidade que quer olhar para o futuro”, disse o prefeito.

Em companhia de secretários, o chefe do executivo visitou fábricas de trens CRRC (China Railway Rolling Stock) e da BYD. “Tivemos oportunidade de ver na CRRC várias opções. Eles têm trilhos, têm VLP, têm Maglev, que é aquele trem que fica suspenso e nem toca nos trilhos, têm o trem-bala”, afirmou Felicio. Já sobre a BYD o prefeito menciona projetos de média e alta capacidade fornecidos pela empresa.

A definição deve ocorrer até julho, e a nova licitação para concessão do transporte coletivo deve permitir uma evolução ao longo do contrato.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!