VLT

VLT do Rio é uma “porcaria” diz prefeito da cidade, Marcelo Crivella

O Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT do Rio de Janeiro é uma “porcaria“, segundo palavras do próprio prefeito, Marcelo Crivella.

A afirmação foi feita durante um encontro não-oficial em palestra para servidores municipais, segundo o jornal O Globo, na Divisão de Hortos da Fundação Parques e Jardins. “Tenho 1.500 escolas precisando de reforma. Isso é maluquice. Quanto custou aquela porcaria? Um bilhão.”, afirmou o prefeito.

Em seu discurso, disse ainda que o Rio de Janeiro é “uma esculhambação completa”, onde Policias Militares sobem o morro para pegar arrego – “o troco da cocaína”.

Já o presidente do Consórcio VLT, Márcio Hannas, disse que as críticas de Crivella fazem parte de “um discurso político”.

O sistema de bonde modernos da cidade é deficitário, ou seja, arrecada menos do que custa sua operação. O contrato assinado com a Concessionária prevê que a prefeitura banque a receita quando a demanda diária ser inferior a 260 mil usuários. Atualmente o VLT transporta cerca de 60 mil usuários por dia.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios