Supervia

SuperVia será controlada pela Japonesa Mitsui

A SuperVia, operadora dos trens metropolitanos do Rio de Janeiro, passará a ser controlada pelo conglomerado japonês Mitsui. O grupo é braço de transportes do grupo Odebrecht, e devem finalizar nos próximos meses a operação de transferência de controle da concessionária.

Para isso, houve aprovação por meio da superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A OTP assinou contrato de compra e venda de participação na operadora com a Guarana Urban Mobility Incorporated (Gumi), empresa pertencente à Mitsui e que já é acionista indireta da operadora.

Após o processo, a OTP, ficará com 11,33% na participação indireta da empresa de trens. Já a Gumi assumirá 88,67%.

O cade aponta que a possibilidade de potencial integração vertical entre a Mitsui e a Supervia na compra eventual de produtos como trens e equipamentos eletromecânicos, não pode gerar preocupação de ordem concorrencial.

A empresa opera em uma malha de quase 270 km de trilhos desde 1998, atendendo a 12 cidades no entorno da capital fluminense, transportando diariamente cerca de 700 mil passageiros diariamente em seus 8 ramais. Com um período de concessão até 2048, a empresa faz a gestão de 104 estações, e conta com 201 trens.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!