SPTrans

São Paulo tem mais de 1.600 ônibus com mais de 10 anos de uso

O sistema de transportes sobre pneus paulistano conta com 61 ônibus acima do permitido por contrato, com mais de 10 anos, segundo levantamento do portal G1. Destes, 60 operam na Zona Sul e um na Zona Sudoeste. Todos circulam desde 2007, e a ViaSul é proprietária das seis dezenas destes veículos.

Já outros 1.600 coletivos operam desde 2008, o que torna obrigatório vistorias especiais duas vezes por mês. A maioria destes ônibus rodam na Zona Sudeste.

Já a São Paulo Transporte – SPTrans, empresa que gerencia a fiscaliza as linhas na capital paulista, disse ao G1 que a Via Sul já substituiu mais da metade dos ônibus do ano de 2007 e que restam 26 em circulação, mas que devem ser retirados de linha até o fim de 2019.

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo afirmou que as associadas vêm renovando a frota e que 3 mil novos ônibus entraram em operação entre 2017 e 2018.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A ViaSul será penalizada por não ter renovado a frota? Qual seria essa penalização?
    Tenho a impressão que a fiscalização por parte da SPTrans é bem precária.

    • Amigo… Imagine os ônibus da Imperial… Tem ônibus lá em situação pior que os da Via Sul… uma vergonha essa fiscalização da SPTrans. E em matéria de fiscalização, a EMTU consegue ser pior… Tem ônibus que liga Sapopemba ao terminal Santo André leste com mais de 20 anos… Sem nenhum mínimo de conforto e segurança… Dá até medo andar nesses ônibus…

  • E o que a Sptrans tem a dizer sobre a Transkuba, agora como Kbpx, a empresa está com onibus de 2007 e 2008 rodando ainda, que já passaram dos 10 anos e tem outras empresas também.

Publicidade

Anúncios