CPTM

Cinco trens foram danificados após alagamento na Linha 10-Turquesa da CPTM

No último dia 10 de março, após um alagamento ocorrido na via férrea da Linha 10-Turquesa, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, a operação ficou interrompida por quase 24 horas, e a lentidão nas composições durou por alguns dias.

Segundo informações da própria operadora, foram gastos cerca de R$ 3 milhões para recuperar mais de 350 equipamentos eletrônicos que foram danificados durante as tempestades.

Entre os maquinários estragados estão os sistemas de sinalização e energia. Os trabalhos de recuperação se estenderam até o último domingo, 17 de março, quando foram concluídos.

Além destas peças, foram danificados a rede aérea, sistemas de alimentação elétrica, via permanente (trilhos), edificações, cinco trens e uma locomotiva.

Houve ainda uma queda de poste que atingiu a rede aérea entre as estações Ipiranga e Tamanduateí. Também houve necessidade de escoamento e drenagem da água das chuvas nas regiões afetadas.

A Linha 10-Turquesa liga as estações Brás e Rio Grande da Serra, cruzando o ABC Paulista, e transporta cerca de 370 mil passageiros diariamente.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios