Monotrilho

Governo do Estado é autorizado a obter empréstimos para a Linha 18-Bronze

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou projeto de lei que permite o Estado a obter empréstimos de R$ 603 milhões para desapropriações da Linha 18-Bronze [Tamanduateí-Djalma Dutra]. O governo estadual tentará o aporte junto ao BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento ou o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

A notícia, no entanto, vem em um momento em que representantes do governo estadual já admitiram existirem estudos de outros projetos paralelos ao monotrilho previsto. Fala-se em alternativas como corredor de ônibus do tipo BRT-Bus Rapid Transit e VLT-Veículo Leve sobre Trilhos.

O secretários dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em entrevista aos portais Diário do Transporte e Via Trolebus, disse que “estudos foram sim determinados pelo governador João Doria pela impossibilidade do início da Linha 18 pelo fato da caducidade do decreto de desapropriação”.

Segundo Baldy, a partir do momento em que o Decreto de utilidade pública caducar, não poderão ser iniciadas as obras. O prazo é final de 2019.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Uma boa notícia. Tomara que o secretário despreparado, Alexandre Baldy, junto com o marqueteiro, João Doria, apressem-se para obter o empréstimo e comecem já no primeiro semestre as desapropriações necessárias, e realizem as obras, e esqueçam das trapaças de troca de modal.

    • Concordo em tudo que você falou, uma troca de modal soaria para mim como um belo exemplo de “troca de interesses”, não faria sentido nenhum fazer uma porcaria de BRT e ainda dar o título a ele de Linha 18.

  • Colocar BRT ou VLT pro ABC é uma imbecilidade sem tamanho. Aquilo ali é pra metrô, e o ideal seria pesado tradicional. É muita gente que vem do ABC pra SP todos os dias.

  • Monotrilho é o mínimo para o ABC (bom seria Metrô). Se vierem com essa história tosca de BRT e VLT vai ser a afirmação do pouco caso com a região.
    Fora que a VEMABC está há anos em espera das desapropriações para início das obras.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!