Trem de carga pode inviabilizar trem regional na região de Campinas

O próximo governador que quiser tocar a primeira linha de trem intercidades entre São Paulo e a região de Campinas, terá já seu primeiro entrave: o trecho de Americana (SP) não comporta tráfego adicional em vias ferroviárias que cortam o município.

A alegação é da Rumo Logística, empresa responsável pelo transporte de trens cargueiros. “Mesmo que considerados todos os esforços contínuos que vêm sendo empreendidos e os investimentos que vêm sendo realizados, o tráfego adicional de trens na linha tronco se mostra incompatível com o transporte de passageiros. Atualmente, o trecho já apresenta saturação de capacidade”, diz a concessionária.

O trajeto entre Americana e Campinas necessitaria de desapropriações em um trecho de 15 km a 20 km. Na avaliação de especialistas ligados ao setor, o entrave descrito pela operadora poderia inviabilizar o trajeto do trem regional entre Campinas e Americana. Então a linha proposta ligaria a capital e teria como ponto final, Campinas.

O governo paulista contratou a Deutsche Bahn, junto com o Banco Interamericano de Desenvolvimento e o Banco Mundial, para escrever um plano de implantação de um sistema de transportes para a macrometrópole paulista, com investimento de US$ 6 milhões no projeto (cerca de R$ 25 milhões, no câmbio atual).

Com as informações de Folha de São Paulo


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.