Ônibus

MP do Rio investiga falta de troco ao usuário de ônibus

O Ministério Público do Rio de Janeiro – MPRJ, abriu inquérito civil para investigar irregularidades na devolução de troco em ônibus.

“Caso, durante a apuração, a gente receba novas denúncias ou então apareçam informações de que a prática aconteça em outras linhas, a gente pode instaurar uma nova investigação. O que temos verificado é que as passagens saem a R$ 4”, diz o promotor do MPRJ, Rodrigo Terra, em entrevista ao jornal O Globo.

O MP diz ainda que as viações acabam lucrando irregularmente com a ação. A 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva e Defesa do Consumidor e do Contribuinte do MPRJ afirma ainda que a prática tem “lesado os consumidores, uma vez que o valor da tarifa não é arredondado para menos ou reduzido, a fim de facilitar o troco. Com isso, motoristas e cobradores não devolvem valores, e as empresas acabam lucrando irregularmente” com os valores.

Já o Consórcio Internorte, onde foram verificados a irregularidades, diz que está “empenhado em garantir o abastecimento de moedas para fornecer o troco em toda sua frota, trabalhando, inclusive, em parceria com a Casa da Moeda e o Banco Central, que enfrentam dificuldades com o fenômeno de retenção de moedas em todo país”. 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Publicidade

Assuntos

Anúncios