CBTU Trensurb

Governo estuda parceria com setor privado para CBTU e Trensurb

O Governo Federal estuda implantar parcerias com o setor privado para operação de linhas ferroviárias em capitais brasileiras, em casos em que as operadoras são deficitárias, ou seja, o valor pago na tarifa pelos passageiros, não cobre o custo de operação.

É o caso da Trensurb, de Porto Alegre, e os sistemas operados pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos – CBTU, nas cidades de Belo Horizonte, Recife, Maceió, João Pessoa e Natal. As informações são do jornal “O Estado de São Paulo”.

A medida vem em um cenário de constatação de que os gastos do governo com estatais deficitárias subiram 125% desde 2009, agravado pelo problema da restrição orçamentária. Em alguns casos, a estatais não cumprem o papel pela qual foram criadas, como a Empresa de Planejamento e Logística – EPL, que deveria gerir o Trem-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro.

O mesmo ocorre com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, no Estado de São Paulo, no que se refere ao deficit e a análise de conceder parte ou a totalidade das linhas. A companhia é gerida pelo governo estadual.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Linkedin – A Máquina de Empregos

Cursinho para Enem

Cadastre-se em nossa newsletter!