Metrô Rio

MP pede suspensão de concessão da MetrôRio e nova licitação

Sexta-feira – 19h00

O Ministério Público Especial – MPE pediu a suspensão dos contratos de concessão das linhas 1, 2 e 4 do Metrô operada pela MetrôRio, e também a realização de uma nova licitação para operação dos ramais. Segundo procuradores ligados ao Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) “superabundam” motivos para a anulação, além de uma “montanha de absurdos”.

Os procuradores afirmam que existe um monopólio das concessões em um só grupo empresarial, além de um superfaturamento de R$ 2,3 bilhões na Linha 4. Os magistrados dizem que houve um “perverso e perfeito antiexemplo, uma aula (…) de tudo que não deve ser feito” em uma intervenção pública. Disseram também que existe dificuldade de calcular o valor justo da passagem com base no lucro da operadora, porque os documentos que baseiam este cálculo desapareceram.

Já a Secretaria Estadual de Transportes (Setrans) afirma que um pedido semelhante já foi apresentado pelo MPE e arquivado pelo Tribunal. “A Secretaria de Estado de Transportes informa que a referida representação, de fevereiro deste ano, é a manifestação do entendimento de departamento afeto ao Tribunal de Contas em procedimento interno e repete argumentos que ainda estão sendo avaliados pelo corpo técnico do tribunal”, afirmou a Setrans.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Cadastre-se em nossa newsletter!