Malha de BRT deve aumentar 5 vezes no Brasil

Como opção mais barata aos sistemas sobre trilhos, porém com capacidade menor que as linhas metroviárias, caracterizadas como sistemas de media capacidade, os projetos de corredores do modelo BRT (Bus Rapid Transit) podem aumentar em 5 vezes no Brasil, de acordo com projeções da NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos.

Atualmente o país conta com 402,4 km em 24 cidades brasileiras, e nos próximos anos esta malha deve chegar aos 2.185 km. São cerca de 80 projetos previstos, com 1.782,7 km, sendo que 24 deles já estão em obras. Cabe lembrar que nem todos estes projetos possuem todas as características de um sistema BRT.

A maior malha é o Rio de Janeiro com 125 km. Só na região Nordeste, onde já existem sistemas em Recife (PE) e Aracajú (SE), estão programados mais 26, sendo na Bahia, em Alagoas, na Paraíba, no Rio Grande do Norte, no Maranhão e no Ceará.

A região com maior número de projetos de BRTs é a sudeste, onde são previstos 30 novos trechos. No Estado de São Paulo, Campinas terá um corredor com 32,2 km, Jundiaí (4,3 km), São José dos Campos (51 km), Sorocaba (51,8 km) e Praia Grande (38,8 km).

Em São Paulo, a nova gestão promete transformar os atuais corredores em BRTs e expandir novos por meio de Parcerias Público Privadas – PPP.

Com as informações de R7


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.