VLT

Multa no VLT do Rio passa a valer

Começou a valer nesta segunda-feira, 5 de Setembro, a multa para os passageiros que forem flagrados se deslocando pelo Veículo Leve Sobre Trilhos do Rio de Janeiro, sem ter validado a passagem por meio do bilhete RioCard. O passageiro deve validar o bilhete de forma voluntária em um dos validados espalhados no VLT.

Quem burlar o sistema, e for pego por dos fiscais, deverá pagar multa de R$ 170 (ou R$ 255, em caso de reincidência). A fiscalização, de forma aleatória, será feita nos vagões por uma dupla formada por um funcionário da concessionária VLT Carioca e um agente da Guarda Municipal.

A fiscalização é feita da seguinte forma: Os fiscais insiram o cartão num palmtop, que mostrará a hora em que o bilhete foi usado a última vez e em que meio de transporte foi validado. Comprovado que o cartão não passou pelo validador, o infrator será multado pelo guarda municipal.

A prefeitura promete manter um efetivo de 20 guardas municipais para atuar diariamente na fiscalização do pagamento das passagens. Uma vez multado, o passageiro o prazo de dez dias úteis para quitar a multa.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios