São Paulo

Haddad descarta ampliar rodízio de veículos

rodizio-sp

Segundo noticiado pela Folha de São Paulo nesta quinta-feira, 26, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, descartou de vez ampliar o rodízio de veículos na cidade.

Ano passado, a CET divulgou um estudo sobre a ampliação do rodízio e o secretaries municipal dos transportes, Jilmar Tatto, afirmou na época que a medida começaria a valer entre março e abril daquele ano (leia aqui).

Agora, novos estudos apontam que caso o rodízio for ampliado, a tendência seria que a frota de veículos, ao invés de diminuir, poderia aumentar, visto que as pessoas poderiam adquirir novos carros para fugir da restrição.

Haddad mostra o exemplo da Cidade do México onde, para fugir da norma, os mexicanos compraram mais de um carro, e a frota acabou aumentando, em vez de diminuir.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios