Ciclista

Enquanto isso em Amsterdã faltam lugares para guardar as bikes

Em uma cidade onde 43% da população vai trabalhar diariamente de bicicleta, enquanto apenas 20% se dirige até o local de trabalho de carro, Amsterdã enfrenta a falta de espaços públicos para que os ciclistas estacionem as magrelas.

A administração da capital do país das bicicletas anunciou grandes investimentos em estacionamentos exclusivos para bikes. De acordo com o site CityLab, até 2030, a cidade deve ter mais 21.500 novas vagas para bicicletas.

Entre as ações está a construção de um abrigo subterrâneo sob o lago com ligação a principal estação de metrô de Amsterdã, para que ciclistas usem da intermodalidade para completar seus trajetos: bike + metrô.

344680033_a64df38116_z
Foto: Mor BCN/Flickr

Também esta projetado outro grande estacionamento flutuante, com capacidade de estacionar duas mil bikes. De acordo ainda com o site, em 2013 as autoridades retiraram 73 mil bikes das ruas por estarem estacionadas em locais proibidos.

9380719153_54764767be_z

A cidade possuí uma malha de 400 km de ciclovias. Confira o ranking das 10 cidades com maiores extensões de ciclovias.

1ec493286

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios