Ciclista

Ciclovias: um processo irreversível e de modernização da cidade, diz Haddad

ciclo1

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, concedeu entrevista a Rádio Estadão e falou sobre temas da Mobilidade.

Haddad rebateu a reportagem a Revista Veja São Paulo sobre o custo das ciclovias. O prefeito disse que a revista comparou obras diferentes para tirar a mesma média. A exemplo das ciclovias da Avenida Paulista e da Faria Lima que fazem parte de uma obra muita maior, sendo uma operação urbana, que concentram outras obras como a instalação de fibra ótica. Então, é um equivoco comparar com as demais vias para ciclistas feitas junto as faixas de rolamento.

Questionado sobre algumas ciclovias “estarem as moscas” , Haddad se mostrou incomodado dizendo que “tem calçada que não é usada, tem rua que não é usada. Por que este preconceito com ciclovia?. O projeto não esta pronto e não temos todas as conexões”. Haddad falou que teve reuniões com outros prefeitos de cidades como Bruxelas e São Francisco e que por lá a aceitação das ciclovias não foi imediata.

O prefeito ainda lembrou que no inicio da implantação das faixas exclusivas de ônibus, existiu o mesmo preconceito, e hoje as estruturas aumentaram em mais de 40% a velocidade dos coletivos.

Haddad ainda disse que o plano de mobilidade da cidade foi premiado em Washington, que os planos seguem tendências de muitas cidades do mundo. O prefeito questiona o custo em bilhões gastos nas novas marginais, tirando área verde dos locais , e hoje as vias estão congestionadas. “Esta provado cientificamente que quanto mais faixa pro carro se faz, piora o trânsito. Vendemos a Nossa Caixa, perdemos o banco e ficamos com os congestionamentos” – concluiu o prefeito.

Escute a entrevista aqui

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios