Trens Regionais

Impasse entre Governos Estadual e Federal atrasa trem regional

KORAIL_TEC
A promessa da retomada dos trens regionais em São Paulo terá que ser um pouco mais adiada devido a um impasse entre os governos estadual e federal:

“O prazo ficou indefinido e a pasta (de Transportes) não resolve. Houve troca de dois ministros, o que também complica a situação”, afirmou o Secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. No mês de Junho, a presidente Dilma Rousseff trocou o comando do Ministério dos Transportes. O então ministro, César Borges, foi substituído por Paulo Sérgio Passos, que já havia sido ministro da área e presidia, na época, a Empresa de Planejamento e Logística.

Já o ministério informou, por meio de uma nota que “o assunto está em análise na área técnica do Ministério dos Transportes”. A pasta não informou detalhes do processo.

Trajeto

Segundo projeções da Secretaria de Transportes Metropolitanos, o traçado do trem regional deve seguir pelo leito de circulação da velha malha da São Paulo Railway e da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, fundadas no século 19, e onde hoje operam serviços de carga das empresas de logística ALL e MRS.

As seguintes estações devem compor esta primeira ligação ferroviária: Água Branca, Jundiaí, Louveira, Vinhedo, Valinhos, Campinas, Sumaré, Nova Odessa e Americana. Deverão ter dois tipos de viagem: a expressa, com paradas nas cidades de Americana, Campinas, Jundiaí e São Paulo, e a paradoura.

Com as informações de IG

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios