Greve

Secretário de Transportes confirma primeiras 60 demissões no Metrô por conta da greve

Conforme havia prometido, o governo do estado iniciou o processo de demissão dos funcionários do Metrô que não retornaram ao trabalho nesta segunda-feira. Segundo o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, inicialmente serão desligados 60 empregados por justa causa. Ele confirma que muitos metroviários foram aos postos de trabalho nesta manhã de segunda.

De acordo com o desembargador Rafael Pugliese do TRT, se a greve não fosse suspensa, o Metrô poderia requerer a um plano de emergência como contratações. “8,7% corresponde ao INPC mais aproximadamente 3,5% de aumento real. É um aumento que nós não temos concedido aqui, isso só foi concedido porque o Metrô ofereceu”, disse.

image

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios