Greve

Greve no Metrô: Metroviários decidem manter a paralisação em São Paulo

Após a justiça ter considerado abusiva a greve dos metroviários, a categoria decidiu manter a greve em assembleia realizada neste domingo (8). Durante a reunião, os funcionários vaiaram a decisão judicial sobre reajuste salarial apresentada pelos representantes.

“O resultado do Tribunal obviamente não agradou a categoria metroviária. Esse reajuste é inferior ao que o próprio núcleo do Tribunal tinha proposto, isso significa que o Tribunal cedeu a proposta do Metrô que é inferior”, afimrou o presidente do Sindicato dos Metroviários, Altino Melo dos Prazeres.

O clima chegou a esquentar entre aqueles que defendiam a continuidade da greve, e os que queriam a suspensão.

Uma nova assembleia foi marcada para as 13h00 desta segunda (9)

Demissões

Segundo o desembargador Rafael Pugliese do TRT, se a greve não fosse suspensa, o Metrô poderia requerer a um plano de emergência como contratações. “8,7% corresponde ao INPC mais aproximadamente 3,5% de aumento real. É um aumento que nós não temos concedido aqui, isso só foi concedido porque o Metrô ofereceu”, disse.

sindicato-dos-metroviarios

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios