Metrô SP

BNDES libera R$ 4,5 bi para a linha 6 – laranja

O BNDES aprovou um financiamento de R$ 4,47 bilhões para a construção da futura linha 6 – Laranja, que ligará a estação São Joaquim à Brasilândia.

Segundo o banco, os recursos do BNDES correspondem a apenas 39,2% do total a ser investido no projeto, que também receberá recursos próprios do Estado de São Paulo e da concessionária Move São Paulo. A linha 6 será construída e operada pelos consórcios formado pelos grupos Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC Participações.
O BNDES diz que a nova linha em São Paulo beneficiará as regiões central e as zonas Oeste e Noroeste, ao atender bairros como Brasilândia, Freguesia do Ó, ao norte do Rio Tietê, e Lapa, Barra Funda, Perdizes, Consolação, Bela Vista e Liberdade, situados no chamado centro expandido da capital paulista.

O traçado previsto para a linha laranja permitirá a conexão entre universidades, como a Unip, Faap, PUC, FGV, FMU e Mackenzie e a malha de metrô e trens. “Por isso, a nova linha é conhecida como a ‘Linha das Universidades'”, diz o banco estatal.

Agora só falta começar esta obra logo que já se arrasta de promessas desde a gestão Serra.
futura-estacao-vila-cardoso-da-linha-laranja1

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios